Ano XIII - nº 37  |   fevereiro 2021   |   ISSN 1983-2354
» ARTIGOS

Pedagogia decolonial: a pretagogia como suporte para uma educação antirracista

“Promover uma abordagem educacional que possibilite um olhar sobre as diversidades é papel da educação contemporânea. Nas últimas décadas, as políticas públicas educacionais têm-se apresentado sensíveis à essa questão e apresentado propostas e orientações que viabilizem esse olhar. No entanto, diante dessas perspectivas surge a dificuldade do docente em abordar as temáticas em sala de aula. [...] Diante dessa dificuldade a Pretagogia surgiu como alternativa de referencial teórico-metodológico na abordagem das relações étnico-raciais no ambiente escolar”.Leia Mais »

Ovídio Martins e Agostinho Neto: fugitivos da pasárgada colonial

“[...] o emprego da poesia como voz de resistência será enfocado por via da análise dos poemas Criar e Anti-evasão, respectivamente de Agostinho Neto e Ovídio Martins. [...] haverá enfoque nas características formais, fonéticas, morfossintáticas, estilísticas e semânticas dos textos selecionados”. Leia Mais »

As cosmovisões africanas e o paradigma científico moderno: da subestimação à ruptura epistêmica

“[...] a nossa discussão fundamenta-se sobretudo acerca dos efeitos do colonialismo em África. Assim sendo, constata-se que a ocupação colonial no continente africano, por conseguinte, influenciou a prática da repressão, subjugação e a exploração excessiva dos recursos naturais dos povos de distintos países africanos e ainda, desagregou a forma de organização socioeconômica, política e cultural que existia na época pré-colonial [...]”. Leia Mais »

Autonomia local em Angola: sentido e alcance

“[...] as autarquias locais constituem uma das formas de poder local, a experiência do poder local em Angola, nomeadamente com as autoridades tradicionais (vulgo sobas) e uma das modalidades específicas de participação dos cidadãos, a saber, os conselhos de auscultação e concertação social (CACS), tem se mostrado na realidade política angolana não exitosa e infrutífera, na medida em que existem várias denúncias e estudos que apontam para a instrumentalização das autoridades tradicionais e a ineficácia dos CACS”.Leia Mais »

A cidade de Bissau em “No Fundo do Canto”, de Odete Semedo

“[...] percebe-se que, na poesia de No Fundo do Canto, a voz lírica está voltada ao sentimento de como o país é apresentado e visto por seus filhos como terra fecunda e acolhedora remetendo-a a figura da mulher na sua capacidade de gerar e acolher uma nova vida dentro do seu ventre. Nesta perspectiva, Bissau é descrita como a terra que acolhe, protege e luta para que os seus não estejam desamparados e sozinhos diante do conflito militar armado que se levanta dentro da nação guineense”. Leia Mais »

Alternativas penais e marcadores sociais: o perfil dos (as) cumpridores (as) no interior da Bahia

“As alternativas penais surgem como novas formas para o Estado resolver conflitos penais sem a utilização do encarceramento, e consequentemente, o afastamento do convívio social. [...] O artigo é fruto de um mapeamento realizado acerca do perfil dos cumpridores(as) de penas e medidas alternativas atendidos pela CEAPA/Núcleo Cruz das Almas.” Leia Mais »

A Ilha de São Tomé na perspectiva da “Atlantic History”

“Identificando o cenário de produção de açúcar e armazenamento de escravizados vivenciado na referida ilha, recorrermos a análise da formação da sociedade santomense, das atividades comerciais realizadas, das estratégias políticas e os conflitos de interesses recorrentes entre a ilha, a Coroa Portuguesa e a região do Congo e Angola para inserir tais contextos históricos no campo de estudos da História Atlântica.”Leia Mais »

Temos “menas" capacidade: linguagem, preconceito e resistência

“Este trabalho objetiva revelar o preconceito linguístico (des)velado que permeia as relações em sociedade, bem como a estigmatização de algumas variantes que se diferenciam daquelas prestigiadas e legitimadas na dita cultura de elite. [...] Os (pre)conceitos e os mitos que circundam o imaginário social sobre a linguagem podem contribuir para que a diversidade e a identidade daqueles que se diferenciam das regras padronizadas sejam reprimidas e ou censuradas. A língua é social e seus falantes, livres. Democracia também se exerce na comunicação.” Leia Mais »

Libéria: da expulsão da população negra pelos Estados Unidos aos conflitos étnicos

“A Libéria foi fundada em 1821 por negros livres advindos dos Estados Unidos, por conta de uma política de embranquecimento da população estadunidense [...] A criação dessa nova nação, sem levar em consideração os povos nativos e os diferentes costumes dos líbero-americanos, fez com que a Libéria passasse por diversos conflitos étnicos e violações dos direitos humanos durante grande parte de sua história [...]” Leia Mais »

Fragmentações femininas e a poligamia em "Niketche”, de Paulina Chiziane

“[...] A história narra a vida de mulheres moçambicanas e a subserviência aos sistemas de ideias impostos através do patriarcalismo e do colonialismo. Nessa perspectiva, teremos como foco a construção, representação e fragmentação do conceito “mulher” nesta sociedade, a partir do processo pós-colonial [...]” Leia Mais »

Nova Orleans à espera de Godot

“A perpetuação da espera em Esperando Godot foi compreendida por Paul Chan de forma análoga à condição encontrada em Nova Orleans no pós-Katrina, naquele contexto de omissão do poder público, a população ainda esperava pela reconstrução da cidade. A partir dessas observações, Chan concebeu, junto à companhia Classical Theatre of Harlem, o projeto intitulado Waiting for Godot in New Orleans: a play in two acts, a Project in three parts. Desse modo, o presente ensaio busca compreender as consequências do furacão Katrina na cidade de Nova Orleans como condição trágica [...] considerando o fator raça como categoria de análise para o entendimento do descaso do Estado norte-americano com aquela população”. Leia Mais »

Procedimento laboratorial de conhecimentos africanos

“[...] as percepções projetadas pelos pensadores africanos e africanistas contemporâneos – integrados em mais variados campos de saberes –, além de criticidade da história e da desconstrução de Negro frente ao discurso Ocidental, também suas pesquisas apontam para novas roupagens que o mundo está a acomodar, no qual a África tornou-se o centro da discussão [...]”Leia Mais »

Representatividade e meninas em STEM: cientistas negras na escola

“Este trabalho se propõe a discutir a baixa representatividade de mulheres negras nas áreas de Ciência, Tecnologia, Engenharia e Matemática. Abordar-se-á também o papel da escola na tarefa de desconstruir estereótipos e promover o aumento da autoestima das alunas negras, visando à criação de um espaço escolar acolhedor”. Leia Mais »

O Grande Baile do Corpo Hospitaleiro em João Guimarães Rosa

“[...] Nessa narrativa, o vocabulário empregado e o simbolismo religioso apontam para práticas próprias à liturgia afro-brasileira, como se pode observar na coreografia gestual encenada pelos personagens, em uma coesa e bem orquestrada roda de dança votiva [...]” Leia Mais »

Anotações sobre o conceito de quilombos

Pesquisa revisita os diversos conceitos de quilombo e as implicações de seus usos para a garantia de direitos e fortalecimento se identidades negras.Leia Mais »

Félix Sigá, ou a poesia como arqueologia da realidade

“[...] O corpus do trabalho é principal obra de Sigá, Arqueólogo da Calçada (1996), livro em que o poeta expressa-apresenta, de forma incisiva e mordaz, o estado subumano a que se submeteu a comunidade nacional, e em que, ato simultâneo, ele exalta o viver, com beleza e esperança, apesar dos escombros.”Leia Mais »